Fortaleza é primeiro lugar em cobertura percentual de matrículas de tempo integral no Brasil, de acordo com dados do Sistema de Gerenciamento Educacional (SGE), da Secretaria Municipal da Educação de Fortaleza. Atualmente, 107.755 alunos da Rede Municipal estudam em tempo integral, o que corresponde a 49,4% dos estudantes matriculados na Educação Infantil e Ensino Fundamental.  
 
A posição de referência nacional já havia sido confirmada pelos dados oficiais do Censo Escolar 2019, principal instrumento de coleta de informações da Educação Básica, também considerado o mais importante levantamento estatístico educacional brasileiro na área. Com o avanço no número de matrículas, Fortaleza registrava 41,4% dos seus alunos estudando em tempo integral. 
 
Os resultados refletem o  investimento que a Prefeitura de Fortaleza vem realizando na política de Tempo Integral para os alunos da capital, buscando ampliar a jornada de estudo e fortalecer o aprendizado, por meio das 27 Escolas de Tempo Integral, 162 Centros de Educação Infantil e programas de fortalecimento da aprendizagem (Integração, Pró-Técnico e Mais Educação). Estes atuam no âmbito da ampliação da jornada escolar, atendendo alunos do 1° ao 9º ano, promovendo a educação integral e integrada, articulando a educação formal com vivências artísticas, esportivas e sociais.
 
BALANÇO
Com os avanços da educação municipal, a partir de melhorias no ensino e na infraestrutura, atestadas por pesquisas nacionais e locais, a cada ano letivo, a Rede Municipal de Ensino registra uma demanda crescente de matrículas. Ao todo, a Rede Municipal de Ensino já registrou cerca de 231 mil matrículas em 2020.
 
2020
EDUCAÇÃO INFANTIL
Tempo parcial: 35.220
Tempo integral: 17.322
 
ENSINO FUNDAMENTAL
Tempo parcial: 75.263
Tempo integral: 90.433
OBS: A EJA por suas especificidades não compõe o público de Tempo Integral.
 
2019 X 2020
TEMPO INTEGRAL 2019
Educação Infantil: 16.390
Ensino Fundamental: 70.048
 
TEMPO INTEGRAL 2020
Educação Infantil: 17.322
Ensino Fundamental: 90.433
Incremento de novas matrículas em 2020: 21.317 (24,7% no número de matrículas
 
MATRÍCULAS EM GERAL
A Rede de Ensino é reconhecida em mais um ano como a quarta maior Rede de Ensino das capitais brasileiras (antecedida por São Paulo, Rio de Janeiro e Manaus) em número de matrículas de escolarização, e primeira do Nordeste, representando 27,8%. Dos números do Censo Escolar 2019, vale destacar também que no Brasil, ao longo de 2019, houve um decréscimo de 1,8% no total de matrículas presenciais na Educação Básica no ensino público. Caminho contrário fez a Rede Municipal de Fortaleza, que alcançou um incremento  de 3,0%, totalizando 220.420 alunos matriculados. 
 
A capital cearense atingiu ainda o maior crescimento em número absoluto de matrículas, com o aumento de 6.321 alunos em relação ao ano de 2018. Em segundo e terceiro lugares ficaram, respectivamente, Boa Vista, com o incremento 3.705 vagas, e Belo Horizonte com 3.445 novos alunos na Rede Municipal de Ensino.
 
Quando a análise recai sobre as modalidades de ensino, Fortaleza destaca-se no número de matrículas na Educação Infantil com o crescimento de 6,22%, enquanto a média das demais capitais brasileiras atingiu 2,43%. 
 
No Ensino Fundamental, a variação foi 3,03%. Já as capitais registraram um decréscimo de 0,5% no total de alunos matriculados.